terça-feira, 27 de abril de 2010

Outono na vida de um catequista


Sim, outono na vida de um CATEQUISTA, porque não? Somos NORMAIS, ou quase normais, enfrentamos como qualquer pessoa os "outonos".
Por esses dias, quando saia de casa, minha garagem, a entrada de minha casa estava coberta de folhas, uma sujeira só, em outros tempos ficaria nervosa, agitada, hoje nem tanto, pois tento viver a "espiritualidade do outono". Quem  que, tentando recolher as folhas caídas, se vê brigando com a vassoura e o vento, as folhas são vítimas. Muitas vezes, desistimos, perdemos  algumas folhas para o vento...
Outono... uma estação que nos traz uma certa nostalgia e ao mesmo tempo um bem estar, nostalgia porque as folhas verdinhas, começam a ganhar um tom amarelado e começam a cair, deixando tudo meio feinho, por outro lado,  saindo de um verão escaldante, é bom sentir o vento que sopra fresco, é gostoso o aconchego de um edredon leve ou de um moleton básico. Outono é aquele que anuncia a chegada do inverno. Como se dissesse: "Cuide-se, previna-se, pois dias gelados virão...! Perguntamos: "Mas, já o frio, nem aproveitei direito o verão!"
Muitas pessoas nessa época, inconformadas com a sujeira provocada pelas folhas, cortam árvores, já presenciei muito disso e você também. Não tiveram a paciência, não conseguiram enxergar a beleza dessa estação que fazem com que o velho caia, pra dar lugar a brotos novos.
Em alguns lugares, a paisagem é linda, com árvores totalmente cobertas de flores, em outros só mesmo um amontoado de folhas secas e amareladas, trazidas de longe pelo vento.
É assim também na nossa vida, na vida de um catequista, pobre mortal, às vezes estamos lindos, felizes, floridos, quando de repente, tudo fica cinzento.
Nossa pele sente, começa a ressecar, descamar,  os cabelos, se transformam  numa vassoura, a sensação é que estamos murchando.
Se até as árvores, as plantas tem um ciclo de vida, porque não nós, temos muito a aprender com a espiritualidade do outono. Deixemos essa estação passar, talvez não é o momento certo de cortar a árvore, permita-se a  pequenas podas, retire aquilo que tá feio, sem vida... Ás vezes é preciso que algumas ou muitas folhas caiam, para que  novos brotos surjam. Isso é pra mim, pra você como família,  como catequista, na vida pastoral,  nas minhas amizades, sentimentalmente também...
Usamos e abusamos de hidratantes nessa época, para que nossa pele não sinta tanto... Nos outonos de nossas vidas, existe também um bom e recomendável hidratante, AMOR GRATUITO, PACIÊNCIA, ESPERANÇA...
Sai um pouco do assunto de catequese neh, mas é assim que me sinto, no outono de minha vida, mas espero confiante pelas próximas estações, e sei que elas vão chegar com suas belezas... Consequentemente, as "estações" que vivemos, refletem em nossa catequese.
Beijo, tenha  um lindo dia, espero que você consiga, andar pelas ruas, com o vento tocando seu rosto, e mesmo pisando nas folhas secas, louvar a Deus pelo outono...

2 comentários:

  1. Lindo esse texto!!! Parabéns!Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Muito bonito o texto, nos faz parar para refletir tb... obrigada pela sugestão, nós temos sim grupos de jovens aqui e até disse a eles para virem a um de nossos encontros para convidar os crismandos, mas ninguém apareceu! hheheheh devem estar com lotação completa...rs... beijinho e fica com Deus!

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre muito importante!
Não conseguiu comentar?? Calma, não saia ainda, escolha e opção ANÔNIMO e não esqueça de se identificar no final de sua mensagem!
Viu só, que fácil! Volte sempre!