segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Catequista equilibrado

De algum tempo pra cá, eu diria anos pra cá,  tenho encontrado dificuldades em ter o meu equilíbrio, ando mais ranzinza, me estresso com mais facilidade, não tenho mais tanta garra, nem tomo tantas iniciativas como antes. Sempre fui uma das pessoas que fazia frente à preparação de gincanas, festas juninas, hoje não consigo nem me imaginar planejando, organizando, decorando uma. Acho que porque assim como tem um tempo certo pra cada coisa, vejo que cada um de nós temos o nosso tempo pra agir, pra tomar inicitativas e isso é como uma bola de neve,  deve estar sempre em movimento, trocando de agentes, de líderes. No momento quero ser CATEQUISTA e no máximo trabalhar com os pais na minha paróquia, vejo que é o momento de espalhar esse meu carinho pela catequese por outros cantos. Estou feliz por isso, e isso não quer dizer que  esteja abandonando minha paróquia, só acho que meu momento passou, Deus quer de mim algo mais.
Tudo isso me dá uma certa angustia, medo, insegurança, mas creio que Deus está me conduzindo. É por ele que ainda sou Catequista e continuarei enquanto viver. Às vezes temos dificuldades em enxergar o que realmente Deus quer de nós, ficamos meio confusos, feito barata tonta, desnorteadas, sem saber que rumo tomar, o que queremos de fato fazer. A vontade que temos é de dar um tempo, parar com tudo, deixar  a poeira acentar, mas quem disse que Deus nos permite a isso, está sempre nos cutucando de alguma forma.

Na quinta feira passada, estava naqueles dias que não queria ver, nem falar com ninguém,questionando minha vida particular e pastoral, quando o telefone toca, era uma catequizanda minha. Ela, reclamava, choramingando que não aguenta mais de saudades da catequese e que está demorando demais voltar. Desliquei o telefone, chorei, chorei e senti mais uma vez o carinho de Deus por mim, através daquela criança e pensei: "Preciso me recompor, preciso buscar o meu equilíbrio, pois a molecada tá voltando, com sede, com saudades e esperam muito de mim... Preciso me recompor". Que seja um ano de graça pra todos nós.

Um comentário:

  1. Joana - Maringa - PR.25 de janeiro de 2010 16:52

    Boa tarde, Imaculada..
    Achei sugestivo a mudanca de nome do blog. Quanto ao texto, tem tudo a ver com o nome.Quando se vive o caminho de Jesus Cristo encontramos barreiras, tempestades,
    problemas de todos os tipos e ontem vendo no Fantastico aquelas criancas no Haiti sem pai e mae, sem perspectivas de futuro, ví que nossos problemas sao pequenos demais para ficarmos lamentando. De coracao eu te falo, se vc tem uma familia boa, que te apoia, estes problemas do dia a dia agente resolve.
    Beijos nos seu coracao

    Joana - Maringá - PR

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre muito importante!
Não conseguiu comentar?? Calma, não saia ainda, escolha e opção ANÔNIMO e não esqueça de se identificar no final de sua mensagem!
Viu só, que fácil! Volte sempre!