segunda-feira, 14 de junho de 2010

Crianças, devem ou não participarem da missa?

Gostaria de levantar uma questão  nesse espaço, e queria de verdade que alguém me respondesse qual a conduta correta. Existem algumas coisas que me inquieta, pois vejo que a Igreja no geral deveria falar a mesma língua. Sempre trabalhei com  crianças,  fico triste, quando percebo que não são tratadas e respeitadas como deveriam. Como, quando  pessoas de outras pastorais, olham nossas crianças da catequese como um incômodo. Mas, o que eu queria que me respondessem é o seguinte: E na missa?  Será que elas também incomodam? Nossas crianças,  as que estão na catequese,  que ainda não receberam sua primeira eucaristia ou mesmo as pequeninas, que saem de casa com os pais ou sozinhas para participarem da missa, devem permanecer na celebração ou devem serem colocadas à parte, com monitores que trabalhem com elas, enquanto os pais participam sossegadamente da celebração...
Sei que algumas paróquias separam as crianças, fazem isso a muito tempo. Outras, estão inovando essa prática,  mas,  o que a Igreja nos orienta? O que é certo? Porque cada um faz de um jeito?
Elas não deveriam desde pequenas participarem, aprendendo aos poucos como devem se comportar numa missa, orientados pelos pais e pelos catequistas?
Eu, particularmente, como mãe, tenho a minha opinião, mas gostaria de saber a sua  ou como acontece na sua paróquia...
Alguns, podem estar dizendo: Mas, que falta de assunto? Eu diria, que isso é assunto sério...

6 comentários:

  1. Olha flor, eu não sei de códigos de condutas da igreja (existe isso?..rs...) Mas esse assunto é complicado, eu sempre levo minha filha à missa comigo, ela tem oito anos e se comporta muito bem... mas tem vezes q vou à missa e por mais q tente me concentrar, por mais q peça ao Espírito Santo blindar meus ouvidos e olhos ao q acontece ao meu redor, eu não consigo prestar atenção direito, nem na hora da eucaristia... e aí a gente se divide: trazer ou não filhos à missa? Aqui na minha cidade, é celebrada a missa das criança, no sábado à tarde, tem os que vão sozinhos e os q são acompanhados pelos pais, avós... mas assim eles não estão sendo excluídos da igreja e os pais podem assistir a missa à noite mais tranquilos... bjo no coração pra vc!

    ResponderExcluir
  2. Olá, tenho três filhos e sempre os levei comigo as missas. Acredito que é de pequenos que se aprende. Claro que muitas vezes nos distraímos com eles, mas penso que isso seja normal se tratando de crianças. Não concordo de forma alguma privar a criança de participar das missas com os pais. FAmília que reza unida permanece unida. Acho lindo ver as famílias indo à missa juntos.Deus conhece cada um de seus filhos e suas dificuldades e cuidar dos filhos também é elevar a Deus uma oração.Bom, não sei se respondi sua questão, mas sou totalmente contra retirar as crianças da missa para que os pais participem sozinhos.FAmília é unidade sempre...Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. olá, Imaculada. Gostei deste questionamento sobre a missa. Aqui na minha cidade tem a missa das crianças e ela é organizada pela catequese. O comentarista, os leitores e a coleta são feitas pelas crianças. A missa é bem descontraída, bem participativa e pode-se ouvir o choro ou gritos dos bem pequenos.Eles andam livremente pela Igreja e às vezes tem uns custosinhos que chegam a subir as escadas que levam ao altar. O Padre usa uma linguagem mais simples.Dá muito certo.Cantamos muito tambem.Ate mais Denise(Monte Carmelo)

    ResponderExcluir
  4. Glícia Souto Pimenta14 de junho de 2010 22:10

    Olá Imaculada,
    Olha, aqui na minha paróquia, já tivemos a Escolinha da Fé e, era justamente para isso: acolher as crianças que ainda não receberam a Eucaristia para que os pais pudessem participar tranquilamente da missa. Agora, sinceramente, não sei o que a Igreja nos orienta a respeito. Mas acho também que isso não atrapalha no fato de as crianças não aprenderem a se comportar em uma missa porque elas não participam dela. Elas estarão sendo catequisadas e preparadas para isso, ok!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Oi,Conheci seu blog a pouco tempo,sempre que posso, passo pra dar uma conferida,acho muito bom os assuntos abordados e a forma objetiva como são expostos.
    Sou catequista a pouco tempo,também trabalho com crianças,desde então tenho percebido,como você,o modo como elas são tratadas pelos adultos da minha comunidade,e confesso não tem me agradado nem um pouco.É como se estivessem ali só pra "incomodar",as pessoas são intolerantes,se esquecem que também já foram crianças,não vêem as crianças como parte da comunidade,não sabem acolhê-las.Fico muito triste,mas procuro incentivar minhas crianças e buscar o espaço delas,é preciso mudar a cabeça dessa gente,mesmo que leve tempo...

    ResponderExcluir
  6. Um amigo meu diz que "pai e mãe que levam o filho na igreja não buscam na cadeia".

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre muito importante!
Não conseguiu comentar?? Calma, não saia ainda, escolha e opção ANÔNIMO e não esqueça de se identificar no final de sua mensagem!
Viu só, que fácil! Volte sempre!