sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Dinâmica dos Bonecos...

A Sueli Bertoletti, não colocou sua cidade, pediu essa dinâmica na íntegra e quando a procurava no brochura ecoando, nº 19, pensei, porque não pedir uma assinatura da revista ecoando para sortear no aniversário de um ano do blog! Enviei o seguinte email para a revista, não sei se vou conseguir, mas  ser ousada, é isso, tentar, se não der certo, tudo bem, continuarei sendo assinante dessa conceituada revista, porque gosto muito! Torçam comigo!

"Olá
Sou catequista a 17 anos, sou assinante da revista ecoando desde seu início, tenho quase todos os exemplares, me falta acho que uns três  para completar minha coleção, tenho tb o brochura desde o primeiro informativo.
Estou aqui para agradecer, porque grande parte da minha formação como catequista devo à essa revista, mas na verdade venho através desse email para pedir um grande favor, tenho um blog, onde divulgo e espalho minha paixão pela catequese e até uso muito do que leio nas revistas. Em comemoração ao aniversário de  um ano do blog, gostaria de saber a possibilidade de vocês me doarem uma assinatura para que eu posssa sortear entre os catequistas que estão participando do sorteio. Ficarei imensamente feliz e agradecida e com certeza, será uma bela divulgação da revista. O que acham? vamos fazer essa parceria?... Estou sendo ousada neh, mas catequista tem que ser mesmo, ousada para levar a boa notícia aos quatro cantos... Um blog é um dos meios e a revista um outro....

Aguardo retorno e entenderei se não puder atender meu pedido!
grande beijo!
Imaculada Cintra - Franca-SP"


A DINÂMICA DOS BONECOS

O GRUPO DOS CATEQUISTAS

1- SUA NECESSIDADE
O ser e o fazer do catequista não devem acontecer de forma isolada. A catequese é uma missão que se exerce em comunidade e não isoladamente.
Lembremo-nos que o catequista não nasce pronto. É fundamental que ao assumir o Ministério da Catequese o Catequista se engaje num grupo de catequistas para dar continuidade a sua formação. No processo de formação, no engajamento da comunidade, na prática do dia-a-dia, o catequista vai adquirindo e desenvolvendo aptidões, qualidades humanas, práticas metodológicas e pedagógicas. Aprofunda seus conhecimentos, sua espiritualidade, etc. (estudos CNBB-59 nº 49).

O GRUPO DE CATEQUISTAS:
# É fonte de vida, de esperança;
# fortalece a coragem frente aos desafios da transformação da realidade;
# dá testemunho de vida comunitária;
# é o despertador que a comunidade precisa para perceber os problemas e dar soluções;
# leva a catequese à unidade;
# é o animador da fé e da vida da comunidade.

NO GRUPO, O CATEQUISTA:
* sente o que é participação;
* adquire segurança, perde o medo;
* partilha a própria experiência;
* intensifica a espiritualidade;
* dá testemunho de fraternidade;
* fortalece-se nos momentos de dificuldades e é apoio para os mais fracos e desanimados;
* é evangelizado e evangeliza.

2- COMO FORMAR UM GRUPO
Antes de anunciar a palavra e antes de convidar os catequizandos e suas famílias a formarem comunidade, os catequistas formam entre si uma pequena comunidade, como os discípulos do Senhor. Isto é o ponto de referência para os catequizandos.
Facilmente os catequistas descobrem esta necessidade. Percebem que não é fácil. As causas podem ser: falta de tempo, comodismo diante das exigências e a falta de um bom animador.
O grupo precisa ter certa organização, ter uma coordenação, encontros sistemáticos para preparar, refletir e decidir em conjunto a caminhada da catequese.
Em grupo pode-se prever dias de formação, de espiritualidade, de planejamento e avaliação, expressando o sentido de comunidade (CR 1515).
Este é um caminho para o grupo se tornar uma comunidade catequizadora.

3- COMO PARTICIPAMOS NO GRUPO
- Apresentando a nossa originalidade;
- planejando e realizando o nosso trabalho em clima de cooperação e colaboração mútua;
- partilhando as alegrias, preocupações e tarefas comuns;
- procurando preparar os encontros catequéticos.

Dinâmica dos bonecos para refletir no grupo de Catequistas
1- Verificar as figuras, escolha duas, compare-as com a realidade de seu grupo de catequistas.
2- Quais as maiores dificuldades para caminhar no grupo de catequistas? Como superar as dificuldades citadas?
3- Como agir com os catequistas que não participam do grupo?


CONVERSANDO E RESPONDENDO:
1-     Quais os valores que você encontra no grupo?
2-     Quais são as maiores dificuldades para caminhar no grupo de catequistas?
3-     Como ajudar os catequistas que não gostam de participar de reuniões?

Fonte.: Revista ecoando Ano I - nº 19

Um comentário:

  1. Olá agradeço sua resposta. Demorei p/ reenviar cometario, pois estava preparando outros encontros.
    Obrigada pela suegstão (ecoando). Vou procurar pois tenho todas as revistas e tambem as brochuras, e as uso mto, mas não tinha me dado conta q tinha esta dinâmica.
    Mais uma vez mto obrigada, e q Maria, a Mãe e catequista por excelencia abençoe vc e tda familia e catequistas, e q neste novo ano surjam mtas q desejam propagar a salvação. Abraços Sueli Bertoletti

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre muito importante!
Não conseguiu comentar?? Calma, não saia ainda, escolha e opção ANÔNIMO e não esqueça de se identificar no final de sua mensagem!
Viu só, que fácil! Volte sempre!