quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Porque não houve padres disponíveis?

Esta postagem é uma resposta ao post anterior, "Quando a vontade de Deus prevalece". O Danilo é um joven lindo, tanto no seu exterior, como  interiormente; cresceu com a gente, fez catequese aqui e sempre esteve disposto a nos ajudar no que fosse preciso. Sempre soube que ele era especial, que Deus tinha e tem um plano lindo pra ele. Tenho certeza que esse período de silêncio necessário será onde Deus mais vai falar. Rezemos por ele, por sua vocação.
Danilo, obrigada pela participação, suas palavras veio de encontro ao que inquieta meu coração, pois bem sei que nossos padres nunca dará conta de atender a demanda de uma paróquia tão grande como a nossa. Mas, essa reflexão nesse mês vocacional é pertinente, pois reclamamos muito e rezamos pouco ou quase nada... Conte com minhas orações e também com meu ombro...

 ******************************************************************************

Pois bem Imaculada da Capelinha, aqui também está um irmão seu, com a mesma identidade, Danilo Andrade da Capelinha rsrsrsrsrs.

Estava passando pelo seu blog, e notei uma coisa interessante, uma coisa que me fez refletir muito, esse artigo que você acabou de postar "Quando a vontade de Deus prevalece".

Para deixar aqui registrado o que me fez questionar, queria somente lembrar que eu estive presente junto com os meninos da banda que cantou no retiro. E como já falaram foi lindo o tempo todo.

Mas para começar, faço uma pergunta que deveria ser feita a todo momento.
1°- Porque não houve Padres disponíveis???
Será que temos tantos padres assim para conduzir ou responder a todo momento as necessidades do povo e da paróquia???

Longe de mim julgar o que devem ou não fazer os Padres, mas eu enquanto um jovem que passou pelo seminário durante dois anos, e agora pedi tempo de silêncio para refletir minha vocação, percebo que a necessidade da Igreja, não está somente por essa falta de Padre, que sentiu alguns que não participaram do retiro, mas sim pela falta de fazer nascer dentro de suas próprias casas, as vocações religiosas e sacerdotais, isso sim é de se questionar. Será que antes de eu questionar os "leigos" que são chamados para conduzir retiros e tudo mais, não deveria eu me questionar da necessidade que a Igreja tem de novos Padres? Esse Padre que você esperava, pode estar dentro de sua própria casa.

2°- Nos achamos tão ricos em sabedoria...mas ela se acaba a partir do momento em que eu não sei me humilhar diante da sabedoria do outro. (Há se Maria não se humilhasse diante do Anjo, o que seria da Humanidade?) Parece que eu preciso de alguém formado, com licenciatura, diplomas, que tenha TEOLOGIA para eu aprender de Deus. Acredito que a maior lição que temos de que Deus age na nossa vida, são nos exemplos humanos, aqueles que fogem de qualquer base literária, mas é escrita com teu próprio Ser.(Assim como fez o Próprio Deus, Assumiu a condição de escravo, tornou-se homem, e se humilhou até a morte de Cruz).

3°- "Os discípulos de Emaús" foi o tema do nosso retiro. Nem eles mesmos estavam convencidos da ressurreição de Cristo. São iguais a esses que questionaram a presença de um sacerdote, que tem todo seu valor. Mas Deus se apresenta e fala aos corações abertos que sabem ouvi-lo em humildade.

TERMINO:

"Vamos deixar de lá essa mesquinhez, e sairmos um pouco de nós mesmos para nos encontrarmos no outro. Pois quando eu decido sair de mim, sair do meu orgulho, e passo a deixar que o outro também faça parte de minha história da minha vida, é ai que eu vou saber quem de fato eu sou.

A DIFICULDADE NÃO ESTÁ NO OBJETO QUE OLHAMOS, MAS SIM EM NÓS QUE NÃO SABEMOS OBSERVAR CORRETAMENTE.

É preciso acreditar e confiar na nossa capacidade e na capacidade das pessoa, pois como Santo Agostinho diz:

Deus não escolhe os capacitados mas capacita os escolhidos. E Ele capacitou todos nós que estávamos presentes, principalmente os que prepararam e conduziram o Retiro. PARABÉNS PELO ARTIGO.

Assim como a palavra de Deus também é dura, a nossa resposta tem que ser, pois suave se faz o coração que sabe acolher.

DANILO ANDRADE "CAPELINHA"

4 comentários:

  1. Oi, tem um carinho pra vc lá no meu blog, passe lá e leve-o com você.
    Abraços carinhosos.
    Lurdes

    ResponderExcluir
  2. Tem um carinho pra você lá no blog catequesecasaforte.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, Imaculada
    Estou passando por aqui. Gostei muito da reflexão do Danilo, ele nos ajudou muito no retiro.
    Para você Danilo beijos e muito obrigada pela reflexão.
    Beijos Imaculada e feliz dia dos Catequistas.

    ResponderExcluir
  4. É isso ai. Palavras sabias e precisas do nosso irmão Danilo.
    Quem não abriu seu coração, realmente não deve ter percebido que o Sacerdote dos Sacerdotes estava lá... Pertinho da gente suprindo qualquer necessidade. Paulinho foi um iluminado de Deus. Parabéns a todos que prepararam o retiro. Estava simplesmente LINDO!

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre muito importante!
Não conseguiu comentar?? Calma, não saia ainda, escolha e opção ANÔNIMO e não esqueça de se identificar no final de sua mensagem!
Viu só, que fácil! Volte sempre!